Bianchi Ocelot MTB Fixa (pinhão Surly Dingle 21x17 e a altura do mov.central é 29cm)

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Como Montar Uma Bicicleta Fixa do Zero

No texto abaixo vou descrever os principais passos para montar uma bike fixa do zero. 

Antes de começar leia o post : "Os Mitos Sobre Bikes Fixas" que visa refutar idéias tendenciosas fruto de pretensos "gurus" que adoram pontificar sem atentar para os fatos e evidências empiricas; ou ainda que colocam a "forma" (estética) antes da "função" fazendo com que o futuro fixeiro corra riscos desnecessários ou gaste dinheiro em coisas irrelevantes ou superfluas.

Inicialmente consiga um quadro que sirva para você e que tenha de preferência gancheiras horizontais (de pista ou speed) ou semi-horizontais e se possível movimento central com rosca inglesa (1.37" x 24 TPI). Caso contrário, você terá que utilizar algumas das alternativas examinadas na postagem: “Bike Fixa com Quadro de Gancheira Vertical: Quatro Opções para Tensionar a Corrente”

Qual a razão desses dois requisitos?  1) a gancheira horizontal permite que a corrente seja tensionada, o que é fundamental para evitar a queda da corrente e a ocorrência de acidentes sérios; 2) o movimento central (MC) com rosca inglesa (1.37" x 24 TPI) é fácil e barato de encontrar / comprar e você vai precisar de um MC com eixo curto de preferência com 103mm, 107mm ou 110mm para ter uma boa linha de corrente.

Quadro de Speed com Gancheira Horizontal
Quadro de Fixa com Gancheira Horizontal

Gancheira Semi-Vertical (funciona (?) com half-link)


Obviamente, um quadro italiano de cromoly com gancheiras horizontais (seja de estrada ou pista) não está descartado, eles dão uma excelente fixa também, mas existe menos oferta de movimento central com rosca italiana (36 x 24 TPI) no mercado local. Por outro lado, a internet facilitou muito a busca desse componente, que não é volumoso e pode ser adquirido facilmente no exterior.

O quadro mais popular no Brasil, isto é – mais utilizado para ser montada uma fixa é o da Caloi 10 antiga, que tem gancheira horizontal (semelhante a da foto da Mercier acima) e o MC com rosca inglesa. Mas não descarte as Peugeots, Caloi Cruiser, MTBs antigas que vinham com gancheiras horizontais. As Monark 10 tem gancheira horizontal, mas utiliza pedivela monobloco que requer adaptaçoes para virar fixa.

O segundo item mais importante da fixa, depois do quadro adequado, é a escolha do cubo traseiro onde será colocado um pinhão fixo. No post do blog: “As Diversas Opções de Cubos Traseiros para Montar uma Bike Fixa” são examinadas as diversas alternativas de cubos traseiros para fixas.

Basicamente existem duas alternativas que são mais utilizadas no Brasil: 1) o cubo tradicional de fixa (pista) com lockring e flip/flop (de um lado vai o pinhão fixo e no outro uma catraca /roda-livre de uma velocidade); ou 2) um cubo de disco dianteiro no qual é trocado o eixo, e é parafusado um pinhão no lugar do disco de freio. Esse processo de conversão é descrito neste post: "Como Converter Cubo de Disco em Cubo de Fixa". No post “Pinhão com Lockring vs. Pinhão Parafusado”, faço uma análise comparativa dessas duas opções. Atualmente, existe uma terceira opção: 3) cubo de rosca ou cubo de fixa espanado com flange alta que podem ser convertidos para pinhão parafusado conforme explicado no post "Como Ressuscitar um Cubo de Fixa Espanado", AQUI.  

No post "Arquimedes e o Cubo com Pinhão Parafusado: A Melhor Opção em Custo X Diversão X Durabilidade" demonstramos por que o cubo de disco convertido é a melhor opção.

Cubo Dianteiro de Disco Convertido p/ Usar Pinhão Parafusado
Cubo de Fixa ("pista") Flip/Flop Tradicional


Caso você opte por um cubo tradicional de fixa (vulgo "pista") (da Formula, por exemplo - o da foto acima é da marca IRO, mas é fabricado pela Formula), sugiro que você troque a contra-porca (Lockring), pois as que vêm nesses cubos deixam muito a desejar. Os melhores lockrings (rosca inglesa – 1.29” x 24 TPI) são fabricados pela: Surly, Dura Ace e Wheels Manufacturing; mas são difíceis de achar no mercado local. Lembre-se que o cubo tradicional de fixa não aguenta os SKIDS veja este post: "A Grande Mentira: Cubos de Fixa/Pista Tradicionais NÃO ESPANAM!!! .


Atente para o espaçamento entre gancheiras do quadro para escolher um cubo com comprimento de eixo adequado.


O comprimento do eixo sólido do cubo traseiro vai depender do espaço entre as gancheiras:

Gancheiras                        Compr. Eixo
110mm (pista antiga)                155mm
120mm (pista)                           164mm
126mm (speed antiga)               170mm
130mm (speed/MTB antiga)      174mm
135mm (MTB)                            180mm

Na seqüência, você precisa escolher um pedivela com uma única coroa e um movimento central compatível. Ambos precisam ser curtos. Um pedivela curto (idealmente com 165mm) minimiza a possibilidade do pedal bater no chão e você levar um tombo. Lembre-se que na bike fixa ou de pista você nunca para de pedalar quando a roda traseira está rodando; ao contrario da bike de speed , MTB ou singlespeed, nas quais é possível parar de pedalar caso voce queira. Ressalte-se que o pedivela pode ser de estrada, de pista, de fixa, de BMX, de MTB etc.; o importante é que seja curto.

O movimento central com o eixo curto (103mm, 107mm ou 110mm) faz com que a coroa do pedivela fique mais próxima do quadro e com isso tem-se uma melhor linha da corrente, diminuindo a possibilidade dela cair ou desengrenar. Entretanto, observe se com um MC curto o pedivela/coroa não vai bater/roçar no tubo da corrente (chainstay).

Devido a importancia da linha da corrente para uma fixa, elaboramos um artigo específico sobre o assunto, aqui, cujo titulo é: Como Medir a Linha da Corrente da sua Bike Fixa. Sugerimos que você leia esse post.

Use no máximo um pedivela com comprimento de 170mm (um modelo popular nessa medida é o Sugino para BMX). A exceção ocorre se o quadro é de MTB com gancheiras horizontais e você pretende utilizar nele rodas 700c (padrão de speed), que nesse caso pedivelas com até 175mm, podem ser usados sem susto.


Em minha opinião, o ideal para a fixa urbana é um pedivela com 165mm, a exceção como mencionamos acima são os quadros de MTB com rodas 700c. Existe também a possibilidade de re-aproveitar pedivelas antigos de MTB, os quais foram objetos do seguinte post: “Convertendo Pedivela Triplos de MTB em Pedivela para Bike Fixa”

Escolha uma relação de coroa x pinhão para sua fixa. Aqui existe um aspecto que precisa ser considerado, a fixa vai ter freios ou não ? Caso você pretenda usar freios, você não precisa se preocupar com “skid patches” da relação utilizada. Caso contrario, isso é importante para garantir um desgaste mais uniforme dos pneus provocado pelos skids.

A relação coroa x pinhão mais adequada irá depender principalmente da topografia da região que você pretende pedalar. Além disso, no começo é melhor utilizar uma relação mais leve, pois na fixa são utilizados alguns músculos que comumente não o são quando se pedala uma bike de speed ou MTB.

É difícil fazer uma recomendação sobre a relação coroa x pinhão mais adequada, dada à variedade de fatores que devem ser considerados: topografia, utilização da bike (lazer, meio de transporte etc.), condicionamento físico do ciclista etc., ou seja, o contexto varia de ciclista para ciclista. Uma dica é observar qual a relação mais utilizada pelos outros fixeiros que pedalam na tua região e conversar com eles a esse respeito.

Neste site você pode simular as diversas relações coroa x pinhão que tem o mesmo "Gear Ratio", ou seja as suas equivalências. Por exemplo, a relação 44 x 17 com roda traseira que tem pneu 700x25 é igual a 46 x 18  ou 52 x 20, também utilizando o mesmo pneu. Além disso, você obtem nessa simulação o número de "skid patches" da relação escolhida.

Calculo da Equivalências da Relaçao Coroa x Pinhao ("Gear Ratio")
  
 
Uma relação muito popular para pedalar na cidade de São Paulo é 44x17, talvez porque a maioria utiliza o pedivela Sugino para BMX que vem com uma coroa de 44 dentes. O pinhão de 17 dentes, por outro lado, propicia 17 “skid patches” que permitem que o pneu dure mais, o que é muito bom quando se roda sem freios. Uma relação 44x17 tem um “Gear Ratio” de 69 polegadas (com roda de speed: 700c), que está para uma relação média para baixa. Essa relação é leve para pedalar em relevo plano (avenidas a beira-mar etc.), mas pesada para pedalar em terreno com muitas subidas. 

Na figura abaixo tem uma tabela onde mostra o "Gear Ratio" para cada par de coroa x pinhão, e a fórmula do "Gear Ratio" é a seguinte (roda 700c) = Número de dentes coroa dividido pelo Número de dentes do pinhão multiplicado por 27" (diametro da roda).

Tabela do "Gear Ratio"
 

A corrente a ser utilizada irá depender da espessura da coroa e do pinhão fixo. Atualmente os pinhões e coroas são fabricados com duas espessuras: 3/32”, que são  compatíveis com corrente fina (3/32”) ou grossa (1/8”). Os pinhões/coroas com espessura de 1/8”  só funcionam com corrente grossa de 1/8”, mas os de 3/32” são compatíveis com qualquer corrente. Infelizmente não se encontra no mercado local as correntes finas (3/32”) para competições de BMX fabricadas pela KMC, modelo Z610HX, que são leves e muito resistentes e não custam mais que uma corrente grossa. Uma segunda opção é a KMC High Value, com 1/8" (grossa), que tem uma boa relação custo/beneficio. Outro modelo de corrente (grossa - 1/8") da KMC muito utilizado em fixas é a K710 também conhecida como "Kool Chain". Ressalte-se que nada impede de voce usar uma corrente de speed para marchas 7. 8 ou 9 velocidades, caso o seu pinhão e coroa sejam finos (espessura 3/32"). É um mito dizer que fixa precisa utilizar corrente grossa (1/8"), e isso é abordado no tópico: 8) Fixas devem usar sómente corrente grossa (1/8”) do post: Os Mitos sobre as Bikes Fixas. Entretanto alguns preferem usar a corrente grossa por razões psicológicas: "é mais robusta"; "não vai quebrar" etc.

Você precisa decidir se vai utilizar um pedal tipo Look ou Shimano SPD etc. (clipless), ou o pedal plataforma tradicional com firma-pé.  É importante usar pedal clipless ou um com firma-pé para evitar perder o controle dos pedais/pedivela. A perda de controle dos pedais (que nunca param de girar numa fixa, caso a roda traseira também esteja) pode provocar hematomas nas pernas ou provocar um acidente.

Instale pelo menos o freio dianteiro. Muito fixeiros não utilizam freios em suas fixas, preferem brecar usando o pedal. Entretanto, é bom ressaltar que rua não é velódromo. As ruas estão cheias de obstáculos que se movimentam (transeuntes, motoqueiros, carros etc.) e que às vezes são imprevisíveis. Antes descartar o freio, leia o seguinte post: “As Sete Regras das Fixas, mas Bike Fixa tem Regras???”.

Um aspecto importante é que os aros devem ser compatíveis com as pinças de freio / garfo.  Esse problema ocorre quando se usa aro 700c em garfo que tem freio e tamanho para acomodar aros 27”. Esse é o caso da Caloi 10, que nesse caso as pinças não alcançam a borda do aro 700c (622mm), que é menor que um de 27” (630mm) que é a medida do aro original da Caloi 10. A Vzan, um fabricante brasileiro de aros, produz os aros C-10 (tamanho 27") destinados às Caloi 10. O principal inconveniente do aro 27" é que existem poucas opções de pneus, ao contrario do aro 700c que tem muitas. Consequentemente muitos ciclistas preferem utilizar aros 700c e colocar um freio com pinças mais longas ou colocar um garfo compativel com aro 700c no lugar do original da Caloi 10.


O aro (tamanho 700c - padrão de bike speed, são os mais usados nas fixas urbanas) como os pneus vão do gosto pessoal de cada um. O tipo de aros mais populares são aqueles com perfil aero, tais como: Vzan Spin, Velocity Deep "V", Mavic CXP 33, Weinmann DP18 etc. Entretanto, isso não impede de voce usar aros com perfil baixo - que tem um ar de tubular de priscas eras, tais como: Mavic MA3, H+Son TB14 etc. Quanto aos pneus, voce pode usar o que achar mais adequado para pedalar nas ruas, e a preferencia, por causa do conforto, são os com medida 700x25 ou 700x28. E' importante comentar que alguns quadros de pista destinados`as competições no velodromo, o garfo somente tem espaço para pneus com tamanho maximo 700x23. Caso voce queira dar skids, é melhor usar pneus mais robustos para que eles durem mais, tais como o Vittoria Randonneur.

Os demais componentes são os mesmos utilizados em bikes de speed, BMX, singlespeed ou MTB, e ficam a critério do ciclista. A bike fixa difere das demais, somente no conjunto da transmissão: cubo traseiro, pinhão fixo, pedivela e movimento central.

Sugiro que leiam o post sobre "Guidões e Mesas para Bikes Fixas Urbanas" , onde comento sobre a adequação desses componentes para uso urbano, nas ruas.

A montagem da bike fixa é relativamente simples: enraiar as duas rodas (sem "chapéu chinês"); instalar o movimento central/pedivela; instalar a caixa de direção no quadro/garfo; tarefas, em geral, executadas por uma bicicletaria, pois requerem ferramentas especificas. O resto pode ser feito por você com ferramentas mais simples (chaves allen, quebra-corrente etc.).

Caso você queira utilizar raios mais elaborados (DT Swiss, Wheelsmith or Sapim) na montagem das rodas, sugiro que calcule o comprimento necessàrio dos raios utilizando o software da Sapim (fabricante belga de raios de alta qualidade), aqui. Outra alternativa é este aqui da Bike School, neste link aqui. No qual basta inserir as medidas do aro, do cubo e o numero de raios que se cruzam, para ele informar o tamanho dos raios necessários para cada roda individualmente.

Caso tenha optado por um cubo de fixa tradicional (pinhão com lockring), nas primeiras voltas com a bike não dê skids, isto é parar a bike travando os pedais/pedivelas. Volte para casa e re-aperte o lockring, isso diminui as chances do cubo espanar com skids.

Preparamos também um check-list das peças necessárias para montar a sua fixa, o qual está neste post: “BIKE FIXA Check-List para MONTAGEM, e que também serve de guia para você fazer um orçamento do custo da bike pronta. No post "A Minha Caloi 12 Convertida em Fixa (Reciclada)" AQUI, no qual descrevo os componentes utilizados nessa montagem e as reciclagens para manter baixos os custos da fixa.


Existem outros posts no blog que estão relacionados com a montagem de uma fixa partindo do zero, como por exemplo: A Conversão de uma MTB Peugeot em Fixa com Rodas 700c (Estrada)”. O detalhamento completo das peças utilizadas na montagem dessa Peugeot estão neste post:"Bike Check: Peugeot MTB FIXA da Nanda e também têm este outro  post: "Bike Check: Bianchi Ocelot Fixa" .

No site http://www.fixiestudio.com/ você poderá simular aproximadamente como sua nova fixa irá ficar, com opçoes de cor, altura do canote, tipo de selim, tipo de guidao (pista, bullhorn ou riser de MTB) etc. Existe um outro site que só foca nas cores de sua fixa, assim voce pode ver como ela ficaria com os componentes pintados de diversas cores, o link está aqui.


Neste post mais recente (2012) é feita uma comparação entre montar uma fixa básica do zero ou comprar uma pronta. O custo de montar usando um quadro Caloi 10 está ao redor de R$ 1.000,00 enquanto que uma pronta básica custa entre R$ 700,00 a R$ 990,00. Leia e tire suas conclusões.


Divirta-se com a nova fixa.

By MarchaFixa

45 comentários:

  1. Ola amigo, estou iniciando um projeto de uma fixa ,tenho um jogo de rodas mavic CPX22 700x23c,pedais shimano R540 estou pensando no quadro de uma caloi campeonissima anos 60, tens algum conhecimento neste quadro, caixa do MC e igual ao da caloi 10, procurei na net sobre mas não acho nenhuma especificação do seu frame size. agradeço sua atenção e parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcel, Infelizmente não sou especialista em Caloi 10 e muito menos na Campeonissima. Existe um clube da Caloi 10 no Facebook, lá talvez tenha alguém com conhecimento para te ajudar. Boa Sorte. Abs, MF

      Excluir
  2. Lendo o texto fiquei com uma dúvida: é possível usar um freio 700 adaptado em um garfo 27? Se pode, qual componente deve ser usado? Eu falo isto pq meu projeto tenta ser o mais barato possível e rodas 27 seriam mais baratas, hehehe. Eu nunca andei de fixa ainda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jonas,

      Não existem diferenças nos freios para roda 700c e 27", exceto o alcance das pinças que faz diferença quando voce usa garfo para roda 27" com roda 700c; ou seja quando voce mistura garfo com rodas de tamanho diferentes. Ats, MF

      Excluir
  3. Oi, acho que agora eu entendi, a grande mudança é ter a pinça maior do freio. Me diz uma coisa, tem algum modelo que seja fácil de encontrar em bicicletarias que seja longo o suficiente para colocar no garfo 27 com pneu 700? Pq se eu acho ele, vai me poupar pelo fato de não precisar de um grafo 700 novo. Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jonas,

      Existe um freio simples - é o Bulldog da Dia Compe e também um melhor que é um Tektro pinça longa no Mercado Livre. Ats, MF

      Excluir
  4. Respostas
    1. Oi Manolo,

      Sim voce pode montar com aro 28 (também conhecido como aro 700c - speed), 29, 26, 24, 650c etc. É ao gosto do freguês. Abs, MF

      Excluir
  5. eu tenho um quadro ingles aro 28, intaum posso colocara as roda 700 nele sem problemas pra colocar as ferraduras de freio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manolo,

      Sim voce pode, mas antes de comprar rodas/aros 28 (700c - diametro de 622mm)) meça a distancia do centro do eixo do cubo dianteiro (use um lápis enfiado nas gancheiras - para simular um eixo) até o meio do furo aonde é preso o freio no garfo - essa distancia deve ser entre 36cm a 37cm, para poder colocar uma ferradura de speed com alcance normal - 39mm a 49mm. Outra maneira, vai em uma bicicletaria e pega emprestada uma roda e mede a distancia entre o furo do freio no garfo até ao centro da borda do aro aonde pega a sapata do freio - essa distancia deve ficar entre 39mm a 49mm para usar um a ferradura normal. Caso a distancia seja maior que 49mm - então vai ter de usar uma ferradura com pinça longa ou colocar um aro 27" (mesmo da Caloi 10 antiga - Vzan fabrica - o inconveniente do aro 27" (diametro de 630mm) é que existem menos opções de pneus. O aro 27" é realmente maior que o aro 28" (700c). Ats, MF

      Excluir
  6. Caro Blogueiro, eu gostaria de saber se é possível utilizar um quadro de Caloi Cruiser para montar uma fixa com cubo flip-flop? pelo que vi ela tem gancheira horizontal, só não sei se existe mais algum impedimento, ou se por algum motivo não é recomendável.

    abraços

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-500108713-quadro-caloi-cruiser-safari-_JM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Walter,

      Obrigado pela audiência. Vendo as fotos dessa caloi Cruiser, e ela usa pedivela monobloco. Pedivela monobloco não é adequado para fixas. Vide o post sobre a conversão da Monark 10 em fixa - http://bikefixabr.blogspot.com.br/2013/08/a-conversao-da-monark-10-em-fixa.html , aonde abordamos esse problema. Ats, MF

      Excluir
  7. Olá amigo desculpa encher novamente, encontrei esse fabricante de quadros de MTB bem em conta, será que ele serve para montar uma fixa? Pelo que vi tem gancheiras horizontais

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-497329869-kit-quadro-mod-mountain-bike-_JM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Walter,

      Obrigado pela audiência.Vendo as fotos desse quadro me parece que ele usa pedivela monobloco. A caixa do movimento central parece não ter roscas, e é melhor confirmar isso antes de comprar. Pedivela monobloco não é adequado para fixas. vide o post sobre a conversão da Monark 10 em fixa , aonde abordamos esse problema. Ats, MF

      Excluir
  8. MarchaFixa,

    Tenho um quaro de C-10 e um garfo standard 700 e só. Por onde devo começar a montar a bike? Compro pedivela e MC? Caixa de direção? Cubos?

    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  9. É só seguir a sequencia do post: cubos/rodas; caixa de direção, depois de ter as rodas fica fácil medir a linha da corrente e depois em função disso voce escolhe o pedivela/movimento central para que a linha da corrente dianteira fique compativel com a traseira. E assim por diante. Ats, MF

    ResponderExcluir
  10. Olá MarchaFixa!

    Primeiramente eu gostaria de te agradecer por compartilhar com tanta boa vontade toda informação e conhecimento que você adquiriu com seus anos de bici! Eu descobri seu blog algumas semanas atrás e desde então tô lendo direto e aprendi muito mesmo.

    Mas como iniciante que sou, eu fiquei com uma dúvida. Eu quero comprar na gringa um cubo de freio a disco Deore XT m756. Em um post aqui você disse que o eixo dele tem 100mm de espessura, mas quando eu olhei o site da Shimano, tava escrito 108mm (http://techdocs.shimano.com/media/techdocs/content/cycle/EV/bikecomponents/HB/EV-HB-M756-2098A_v1_m56577569830647986.pdf). Eu imagino que eu interpretei a informação erroneamente.. ou você acha que eles mudaram a especificação (que nem eles mudaram o diametro interno do m525)?

    Caso o eixo se mantenha com 100mm, esse eixo aqui da Weldtite resolve?
    http://weldtite.co.uk/products/detail/100-x-175mm-chrome-moly-axle
    E essas porcas?
    http://weldtite.co.uk/products/detail/100mm-track-nuts-100

    Aguardo ansiosamente por suas respostas! Eu comprei uma c10 recentemente pra fixar e tô começando a escolher as peças pra pedir por aí.

    Novamente, muito obrigado! Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reis,

      O eixo original do Deore XT é para uma distancia entre gancheiras do garfo de 100mm de comprimento (não é espessura), mas o eixo tem comprimento de 108mm. Sim, essas duas peças da Weldtite servem pois tem o mesmo passo dos cones do cubo : M10 x 1 (veja o techdocs da Shiumano), assim como as porcas para eixo sólido. O comprimentodo eixo tem de ser de 175mm para caber nas gancheiras traseiras da Caloi 10. Esse cubo M756 éo que a Velosolo (UK) usa para montar os seus pinhões para cubo de disco. Ats, MF

      Excluir
    2. Eu tava conversando com um amigo imediatamente após postar e ele me apontou o erro grosseiro de confudir 10cm com 1cm.

      Enfim, obrigado pela paciência e pela resposta!

      Excluir
  11. Olá, Não existe a possibilidade de usar um cubo de disco traseiro, para K7 ou rosca, simplesmente invertendo o lado? qualquer coisa muda o tamanho do movimento central. É possível? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael,

      Sim , é possivel. É melhor usar um com rosca, pois permite re-espaçar melhor o cubo para deixá-lo com uma boa linha da corrente. Ats, MF

      Excluir
    2. Obrigado por responder tão prontamente! O uso comum do cubo dianteiro de disco seria para deixar a roda mais robusta certo? Fora isso tem alguma desvantagem em usar o cubo traseiro invertido?

      Excluir
    3. Rafael,

      O cubo dianteiro pode ser enraiado simétricamente e fica mais robusta a roda. Se você esta tentando fazer um cubo flip/flop com o traseiro tem o seguinte: o pessoal que tentou fazer não conseguiu deixar a mesma linha da corrente nos dois lados - fixo e na roda-livre/K-7. Ats, MF

      Excluir
    4. Entendi.. mas a princípio só quero usar mesmo como fixa, então posso comprar um cubo qualquer e usar o lado do disco para o pinhão. Digo porque aqui ninguém nunca ouviu falar em fixa, logo peças mesmo para adaptar, está difícil de encontrar.

      Excluir
    5. Rafael,

      Sim, voce pode comprar qualquer cubo de disco mas que use cone e esferas soltas para poder re-espaçar o cubo e ficar fácil a troca do eixo vazado por um sólido com porcas. Leia o outro post sobre a Conversão de cubo de Disco em Cubo de Fixa. Ats, MF

      Excluir
  12. Eu não posso usar o cubo de disco traseiro para coloca na fixa ?ou so serve o dianteiro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alex,

      Depende do espaço entre gancheiras. Se for de 120mm (padrão pista) vai servir sómente o dianteiro. E se for de 130mm (padrão de speed) poderá servir o traseiro, mas cubo traseiro de disco tem 135mm - e é para servir no espaçamento dos qudros de MTB. Ats, MF

      Excluir
  13. Grande MarchaFixa

    Minha dúvida é seguinte. Que raio usar para para os cubos shunfeng (dianteiro e traseiro com Flip/Flop) com o aro Vzam Spim 700c. Calculando usando Sheldon Brown da 275mm. Que ferradura de freio vai adaptar a esta combinação sabendo que meu quadro é de uma Caloi 10 antiga.

    Amigo parabéns belo blog.

    ResponderExcluir
  14. Pedro,

    Eu costumo usar a calculadora de raios da Sapim (belga) e nunca tive problemas. O segredo e' fazer com a maxima precisao as medidas solicitadas pelo software. Sobre a ferradura adequada, pode ser que a original da Caloi 10 funcione, pois voce pode descer as sapatas de freio, caso contrario voce tera' de usar uma ferradura com pincas longas e existem disponiveis no Mercado Livre. Voce precisa medir adistancia do centro do parafuso que prende a ferradura ate' ao centro da banda de frenagem da roda para saber o comprimento da ferradura adequada. Ats, MF

    ResponderExcluir
  15. Grande MarchaFixa.

    Queria agradecer tua dedicação e teu blog, muito bem bem feito. Montei minha fixa urbana em casa. Peguei um antigo quadro de Caloi 10 do meu pai, estava jogado na garagem, trouxe de Porto Alegre e trouxe para o Rio de Janeiro onde moro fazem 5 anos.

    Pintei de branco comprei aros flip/flop e movimento central. Ganhei muitas peças de amigos e já tinha algumas coisas. Resultado é uma fixa simples e barata aproximadamente R$ 850,00. Agora to só o olhando fotos de outras fixas para tentar fazer upgrades no meu projeto.

    Primeiro objetivo de apreender esta feito. Resta agora aprimorar esperar vir uma $$$ e ter tempo. Vou usando minha fixa aqui no Rio, vou até trabalhar nela. Me manda um e-mail que te envio umas fotos para tua avaliação.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro,

      Faz o upload das fotos no Flickr, Picasa ou Instagram e me envia o link, que depois comento aqui . Ats, MF

      Excluir
  16. Oi, meu nome e Rafael, conheci a pouco sobre as fixas
    sempre gostei de pedalar e to precisando mas a minha trek 820 ta semi destruida, gostaria de conversar com alguem de verdade para ver se tem como transformar o quadro e o garfo numa fixa (se vale a pena). Gostaria que alguem me ajude a escolher as peças para comprar
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael,

      Voce não falou onde você mora, portanto fica difícil dar alguma dica de quem pode te ajudar. Outro aspecto a tua Trek 820 é de cromoly (liga de aço) ou de aluminio? Se for de aluminio provavelmente tem gancheira vertical e não é adequada para fixa, mas dá pra fazer uma singlespeed (tem post no blog sobre isso). Veja os post sobre a conversão de MTBs em fixas. Ats, MF

      Excluir
  17. Erechim, RS, é de comoly, gostaria do skype de alguem, whatsapp ou algo do tipo
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael,

      No site Bikes do Andarilho tem um mecânico de Porto Alegre que ele recomenda. Essa é a pessoa mais próxima de Erechim que pode te ajudar. O mais simples e barato é transformar tua bike em uma singlespeed - veja aqui: http://bikefixabr.blogspot.com.br/2013/01/como-montar-uma-bike-singlespeed-de.html Ats, MF

      Excluir
    2. Rafael,

      Veja este link aqui: http://www.pedal.com.br/forum/bike-single-speed-sem-ser-cara-nem-tosqueira_topic64059.html Onde voce tem gente de Porto Alegre que montaram bikes singlespeeds. Ats, MF

      Excluir
  18. Primeiro gostaria de agradecer pelo conteúdo do site, já que eu estou utilizando bastante ele para montar minha primeira fixa. Estou no processo de comprar a corrente,pinhões e montagem de roda. Se eu quiser utilizar mais de uma relação, apenas tirando a roda e colocando o outro lado do cubo, a diferença tem que ser de apenas um dente? Mais que isso eu não consigo alinhar a corrente, certo?

    ResponderExcluir
  19. Luks,

    A diferença de dentes entre a roda-livre e o pinhão fixo - supondo que tua roda tenha um cubo flip/flop - não afeta a linha da corrente. A diferença de dentes não pode passar de 3 dentes (nunca testei com 4 dentes) por que senão quando voce coloca o pinão ou roda-livre/catraca com um numero menor de dentes e vai esticar a corrente a roda pode ficar fora da gancheira!!! Eu tenho uma roda com cubo fixo/fixo e a diferença entre os pinhões é de 3 dentes e a gancheira é da Surly, neste caso quando uso o lado que tem um punhão de 20 dentes ele fica bem pra frente e quando uso o outro lado com 17 dentes - a roda fica bem para tras - mas ainda dá aperto das porcas na gancheira. Outro fator é o comprimento do "rasgo" interno da gancheira aonde vai o eixo. Ats, MF

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde. Comprei uma caloi 10 das antigas para minha primeira fixa. Porém, antes de fazer a centralização do cubo de freio dianteiro, eu mandei enraizar a roda. Terei problemas para fazer a centralização? Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio,

      Você não terá problemas se o mecânico enraiou esse cubo dianteiro de disco como se fosse roda dianteiro - isto e': Não deixou um "chapéu chinês", então basta você trocar o eixo e re-espaçar o cubo para centralizar. Ats, MF

      Excluir
  21. MarchaFixa, blz? Preciso montar uma bike single de baixo custo, uma ratoera mesmo com freio na frente. Eu consigo transformar qualquer bike com marcha em uma single? Desculpa a ignorancia não conheço nada e fiquei perdido, vi essas duas aqui alguma funcionaria?
    http://sp.olx.com.br/sao-paulo-e-regiao/ciclismo/bicicleta-aro-26-243607512?xtmc=bicicleta+26&xtnp=1&xtcr=48
    http://sp.olx.com.br/sao-paulo-e-regiao/ciclismo/oferta-bike-vintage-helbia-italiana-raridade-84207637?xtmc=bike+fixed&xtnp=1&xtcr=11
    Se puder ajudar agradeço, abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola',

      As duas dao para transformar em singlespeed. A com aro 26 para manter baixo custo tem usar essas rodas e colocar um esticador de corrente que pode ser o próprio cambio traseiro que voce deixa fixo em uma posição. Se voce quer gastar menos fica com a que esta mais completa (aro 26). Veja post especifico sobre a conversao / montagem de singlespeed. Caso voce tenha um par de rodas 700 voce pode usar no quadro italianao.Ats, MF

      Excluir